FALAR...POR FALAR
... com sons e imagens... mas também silêncios, se fará esta conversa ... sempre ao sabor das palavras ...
17 de Outubro de 2012

Fui a Würzburg, cidade no norte da Baviera, numa manhã fria e chuvosa de Outubro.

As pequenas cidades alemãs são encantadoras.

Sabemos que muitas delas foram destruídas durante a Segunda Guerra Mundial, mas o cuidado no restauro foi de tal ordem, que os edifícios voltaram a ser o que tinham sido, pedra por pedra, e as cidades não perderam a atmosfera de antigamente.

Würzburg foi uma dessas cidades.

 

Que característica da cidade mais me marcou?

Pensando bem, foi a cor das suas igrejas.

 

A catedral de St. Killian é extremamente esguia e elegante, apesar de ser um templo românico.

Descobri-a, primeiro, ao virar de uma esquina, do lado da cabeceira pintada em tons creme e rosa-velho.

Depois, contornando-a, vi-a de frente, com a sua fachada clara e as suas “riscas” coloridas.

 

Catedral de St. Killian

 

Muito perto da catedral, outra igreja magnífica, a igreja Neumünster, cuja rica fachada barroca é em tons rosa e branco.

 

Igreja Neumünster

 

Depois, a jóia barroca da Kappelle, de Balthasar Neumann, junto à Fortaleza Marienberg, com as tão características torres bolbosas das igrejas bávaras, em branco e amarelo.

 

 Kappelle

 

E, na Marktplatz (Praça do Mercado,) a surpreendente Marienkapelle, igreja gótica, pintada de branco e rosa-velho, tão diferente das nossas monocromáticas igrejas da mesma época e do mesmo estilo.

É, de facto, uma pequena jóia.

 

Marienkapelle

 

 

Também o edifício, essencialmente renascença, da Rathaus (Câmara) é colorido, bem como outros palácios na parte antiga da cidade.

 

Palácio na parte antiga

 

 Palácio na Marktplatz

Para além das suas igrejas e dos seus palácios coloridos, ficou-me também na retina a beleza da colina da Fortaleza Marienberg, coberta de vinhedos, sobranceira ao rio Meno.

A partir da Alte Mainbrücke (Ponte Antiga do Meno), que une as duas margens do rio, a vista sobre a colina coroada pela fortaleza é, de facto, muito bonita.

 

Colina da Fortaleza Marienberg vista da Alte Mainbrücke

 

E, claro, não poderia deixar de lembrar a Residenz, grandioso palácio barroco, também com desenho de Balthasar Neumann, com os seus magníficos jardins ...

 

Residenz
 

... e, sobretudo, a sua escadaria monumental com abóbada pintada por Tiepolo. 

 

Frescos de Tiepolo
 
Imagino que, num dia claro de Verão, a cidade colorida será, se possível, ainda mais encantadora.
 
G. F. Händel, The Arrival of the Queen of Sheba
publicado por Til às 16:27 link do post
Playlist
O tempo em Lisboa
arquivos
pesquisar neste blog
 
tags

25 de abril

alemanha conradin kreutzer viagens

alentejo solidão planície paisagem cante

ambiente

amor

annecy

ano novo

ano novo verdi la traviata libiamo

arte filme untitled pierre bourdieu

auschwitz gideon klein fotografia viagen

azulejos

barcelona m. caballé f. mercury picasso

bares

bergen hansa grieg fotografia

berlim muro de berlim viagens fotografia

bienal do mercosul porto alegre

boas festas natal

brasil

brasília niemeyer c.a. naves bossa nova

bruckner

budapeste hungria viagens

buenos aires

câmara de lisboa

carnaval portugês

castelo da lousã ermidas de nossa senhor

castelo rodrigo

castelos castelo de porto de mós

chopin

cidades

clima tropical

colónia do sacramento

concertos

copa do mundo 2014

copenhaga dietrich buxtehude fotografia

copenhaga museus arte contemporânea foto

copenhaga viagens carl nielsen

coqueiros

cozinha contemporânea viagens

crise impostos

cruzeiro

direitos dos cidadãos

e-fatura; deduções no irs

elektra's death dance

entrudo

escandinávia

estado de santa catarina brasil neve

facturas

festas

festas juninas

festivais

festival da canção 2017

florença

fluidez de trânsito

fome políticos györgy kurtag

fotografia

foz do iguaçú cataratas animais natureza

francesco de milano

gastronomia

gatos cats b. streisand a.l.weber fotogr

globos de ouro 2012 vestidos

globos de ouro da sic 2016

granada alhambra generalife fotografia

guimarães

helsínquia a.aalto arte nova fotografia

helsínquia design sibelius k.mattila fot

helsínquia t.turunen r.sirkiä la traviat

holanda grande dique within temptation v

holmenkollen

humor

imperador adriano yourcenar memórias moz

incerteza

interferência de aparelhos electrónicos

jacaré-de-papo-amarelo manguezal florian

kloster eberbach cistercienses alemanha

laguna anita garibaldi marco de tordesil

leeds h.moore corinne b.rae fotografia

leis

lisboa fotografia viagens

liubljana viagens fotografia janez biten

liubljana viagens jacobus gallus fotogra

londres fotografia academy of st. martin

lopes morgado tema de lara

lucian freud david lawson masp

luz

mainz bach fotografia viagens

mainz gutenberg telemann fotografia viag

mainz igrejas händel fotografia viagens

malbork polónia micolaj z radomia fotogr

mar

masp fotobienalmasp são paulo

medina

milão

minas gerais artesanato música sertaneja

mont saint michel

morro do careca

mosteiro de tibães barroco românico

música italiana

poluição

são luís do maranhão

viagens

todas as tags