FALAR...POR FALAR
... com sons e imagens... mas também silêncios, se fará esta conversa ... sempre ao sabor das palavras ...
16 de Junho de 2012

Gostei muito da Holanda.
É absolutamente verdadeira aquela frase tão conhecida que afirma, mais ou menos, que Deus fez o mundo mas que os Holandeses fizeram a Holanda.

 

Desde sempre, os povos daquelas terras lutaram contra o mar.

Sabe-se que, já no século XIII, foram conquistadas e secas algumas terras baixas, mas foi, sobretudo, a partir do século XIV que, com a ajuda dos moinhos de vento, utilizados para bombear a água do solo, se criaram polderes mais extensos, trabalhos esses que continuaram ao longo dos tempos e que se aceleraram nos séculos XIX e XX.

 

Moinho em Leiden 
E é, precisamente, do século XX, a construção, que para mim, é a mais assombrosa da Holanda: o Grande Dique ou Dique Afsluit, com 32 km de extensão, 90 metros de largura e 7 metros de altura, atravessado por uma auto-estrada com quatro faixas, que separa o Mar do Norte do antigo Mar do Sul (Zuiderzee), que agora não é mais do que um lago de água doce, tendo sido assim possível criar novos polderes, mas sobretudo defender a Holanda de inundações, já que, não nos esqueçamos, tem grande parte do seu território abaixo do nível do mar.

 

 O Grande Dique
 

Aliás, quando estamos em cima do Grande Dique nota-se bem que ambas as massas de água estão a níveis diferentes, estando o Mar do Norte bem mais acima do que o antigo Mar do Sul.

 

A paisagem holandesa é muito bonita, sobretudo os seus campos de flores, de faixas multicolores, da região de Keukenhof.

 

 

Pensar que, no século XVII, os bolbos de túlipa atingiram preços de tal modo especulativos, que um só deles poderia ser trocado por uma casa ou um campo de cultivo!

 

As cidades holandesas são igualmente muito interessantes e, o facto de serem planas, permite aos holandeses deslocarem-se no seu meio de transporte favorito: a bicicleta.

As cidades são percorridas por centenas de ciclistas que, se têm que ir trabalhar numa outra cidade, vêm na sua bicicleta até à estação do caminho-de-ferro, deixam aí o seu velocípede, apanham o combóio e, no regresso, voltam a casa, de novo, na bicicleta.

Daí que, nos parques junto às estações, se formem verdadeiras "florestas" de bicicletas!

 

 Junto à estação de Leiden

 

Para hoje parece-me adequada a música do grupo holandês Within Temptation em Mother Earth.

 

Within Temptation - Mother Earth
publicado por Til às 09:39 link do post
O tempo em Lisboa
arquivos
pesquisar neste blog
 
tags

25 de abril

alemanha conradin kreutzer viagens

alentejo solidão planície paisagem cante

ambiente

amor

annecy

ano novo

ano novo verdi la traviata libiamo

arte filme untitled pierre bourdieu

auschwitz gideon klein fotografia viagen

azulejos

barcelona m. caballé f. mercury picasso

bares

bergen hansa grieg fotografia

berlim muro de berlim viagens fotografia

bienal do mercosul porto alegre

boas festas natal

brasil

brasília niemeyer c.a. naves bossa nova

bruckner

budapeste hungria viagens

buenos aires

câmara de lisboa

carnaval portugês

castelo da lousã ermidas de nossa senhor

castelo rodrigo

castelos castelo de porto de mós

chopin

cidades

clima tropical

colónia do sacramento

concertos

copa do mundo 2014

copenhaga dietrich buxtehude fotografia

copenhaga museus arte contemporânea foto

copenhaga viagens carl nielsen

coqueiros

cozinha contemporânea viagens

crise impostos

cruzeiro

destaques

direitos dos cidadãos

discotecas

e-fatura; deduções no irs

elektra's death dance

entrudo

escandinávia

esplanadas

estado de santa catarina brasil neve

facturas

festas

festas juninas

festivais

festival da canção 2017

florença

fluidez de trânsito

fome políticos györgy kurtag

fotografia

foz do iguaçú cataratas animais natureza

francesco de milano

gastronomia

gatos cats b. streisand a.l.weber fotogr

globos de ouro 2012 vestidos

globos de ouro da sic 2016

granada alhambra generalife fotografia

guimarães

helsínquia a.aalto arte nova fotografia

helsínquia design sibelius k.mattila fot

helsínquia t.turunen r.sirkiä la traviat

holanda grande dique within temptation v

holmenkollen

humor

imperador adriano yourcenar memórias moz

incerteza

interferência de aparelhos electrónicos

jacaré-de-papo-amarelo manguezal florian

kloster eberbach cistercienses alemanha

laguna anita garibaldi marco de tordesil

lazer

leeds h.moore corinne b.rae fotografia

leis

lisboa fotografia viagens

liubljana viagens fotografia janez biten

liubljana viagens jacobus gallus fotogra

londres fotografia academy of st. martin

lopes morgado tema de lara

lucian freud david lawson masp

luz

lyon

mainz bach fotografia viagens

mainz gutenberg telemann fotografia viag

mainz igrejas händel fotografia viagens

malbork polónia micolaj z radomia fotogr

mar

masp fotobienalmasp são paulo

milão

música italiana

poluição

são luís do maranhão

viagens

todas as tags